NOTÍCIAS

Gestão de Estoque - Um enfoque estratégico








A gestão do estoque é função essencial nas organizações, fundamental na administração das empresas, que deve refletir os resultados financeiros e auxiliar no fomento da redução de custos (evitando excessos e desperdícios) e aumento da lucratividade.

 A compreensão do conceito da gestão eficiente de estoque vem amadurecendo nas organizações, que já passam cada vez mais a entender a importância dos estoques para os resultados de hoje e do futuro de seus negócios.

 Segundo VIANA (2002), o estoque pode ser entendido como uma quantidade de materiais acumulada para a utilização posterior, visando atender às necessidades dos consumidores de maneira regular, permitindo a continuidade dos negócios da empresa.

 Nos últimos anos, os profissionais e empresas veem aprimorando seus conhecimentos sobre estoque e implantando nas organizações a cultura de estoques reduzidos. Tendo como foco dos gestores de estoques a manutenção do mínimo necessário de itens, alinhado à estratégia da empresa, para que a redução de custos com redução dos estoques, não impactem na competitividade do negócio e este passe a ser suporte para o crescimento.

 Portanto para reduzir estoques e geri-los estrategicamente, várias práticas são utilizadas como: envolvimento da alta Direção da Empresa com as melhorias implantadas, realização de inventários (seja rotativo, cíclico, por amostragem ou geral), gestão rigorosa nos cadastros dos itens, estabelecimento de metas, utilização da Curva ABC como orientação na tomada de decisão, entre outros.

 A gestão estratégica de estoques avalia, controla, planeja os níveis de estoque, para o atendimento eficiente do mercado. Sendo assim a gestão dos estoques deve agregar valor ao negócio buscando o fluxo contínuo de informações desde fornecedores até nossos clientes finais (internos ou externos) para a correta tomada de decisão.

Não só fluxo contínuo de informações deve ser gerido e acompanhado, mas também fluxos contínuos de movimentação física para gerar valor na gestão dos estoques. A gestão da movimentação eficiente dos materiais deve promover a utilização dos equipamentos mais adequados para os materiais e em rotas enxutas e eficientes. Assim conquistamos mais uma premissa de redução de custos e aumento da competitividade das organizações. 

 E por último não podemos deixar de citar as identificações destes estoques em seus armazéns e a Prática do 5S no ambiente, que tornam nossos estoques muito mais saudáveis, transparentes aos olhos de seus gestores e operadores além de reduzir desperdícios como perdas de produtos avariados pelo mau acondicionamento ou deteriorados com a sujeira do ambiente.  

 A gestão estratégica de estoques vai muito além de receber, guardar e controlar os estoques, sendo um todo envolvido de planejamento, informações, conhecimento profundo dos itens geridos, acompanhamento, respaldo da alta direção das organizações, medição e muita flexibilidade para absorver as incertezas da demanda que são imprevisíveis e muitas vezes constantes em alguns seguimentos.

 

 

Escrito por: Viviane Pimenta – Sócia Diretora da Logística Líder Consultoria e Treinamento.

logisticalider.com. br / + 55 31 3773-9819 – consultoria@logisticalider.com.br